Menu

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Da terra às galáxias - Ronaldo Rogério de Freitas Mourão

Livro - Da terra às galáxias


Título: Da terra às galáxias
Número de Páginas: 360
Autor: Ronaldo Rogério de Freitas Mourão
Editora: Vozes

       Ronaldo Rogério de Freitas Mourão foi um importante astrônomo brasileiro, que escreveu quase uma centena de livros sobre o assunto. Da terra ás galáxias é considerado um dos melhores livros de astronomia brasileiros, recomendado tanto para leigos como para astrônomos.

      Da terra às galáxias fala sobre o Sol, os planetas do sistema solar, satélites naturais, asteroides, meteoroides/meteoritos/meteoros, estrelas, constelações, catálogos estelares, aglomerados, galáxias, expansão do universo, entre outros. O livro aborda detalhes simples destes assuntos bem como detalhes mais complexos (como por exemplo, geologia dos planetas) e apesar de apresentar alguns dados desatualizados (o livro foi publicado em 1984, desde então a astronomia apresentou mudanças consideráveis) e algumas palavras mais técnicas, a leitura do livro não se torna cansativa ou confusa. Este livro é mais uma obra prima do Mourão, uma leitura obrigatória para todos os amantes da astronomia.


Resenha escrita por Guilherme

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Gavião Arqueiro (09) - Os Heróis Mais Poderosos da Marvel

Livro - Tocha Humana (08) - Os Heróis Mais Poderosos da Marvel


Título: Gavião Arqueiro
Título Original: Hawkeye
Número de Páginas: 208
Autor: Stan Lee e Mark Gruenwald (Roteiro)
Editora: Salvat

      Gavião Arqueiro é o nono volume da coleção Os Heróis Mais Poderosos da Marvel (também conhecido como edição da capa vermelha), da editora Salvat. Este volume contempla as histórias “Gavião Arqueiro, o Atirador”, “A mudança da velha ordem” e “Gavião Arqueiro”. A primeira história mostra a primeira aparição do Gavião Arqueiro no universo Marvel, onde ele se alia com a Viúva Negra e tenta derrotar o Homem de Ferro. A segunda história conta a entrada do Gavião Arqueiro nos Vingadores e as demais histórias mostram o encontro do Gavião com a Harpia e as suas tentativas de desbaratar um projeto ilegal realizado pela empresa Cross Tech. Este volume reúne as edições Tales of Suspense 57, Avengers 16 & Hawkeye 1- 4 (Vol. 1).

Resenha escrita por Guilherme

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Pausa para o Café

Boa Tarde!

Devido a alguns problemas técnicos e problemas pessoais o blog Livrando por Aí está entrando em um período de férias por algumas semanas. Aguardamos a compreensão de todos e esperamos voltar ás nossas atividades usuais em breve.

Boa Leitura à todos!

Equipe do Livrando por aí

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Tocha Humana (08) - Os Heróis Mais Poderosos da Marvel

Livro - Tocha Humana (08) - Os Heróis Mais Poderosos da Marvel


Título: Tocha Humana
Título Original: Torch
Número de Páginas: 188
Autor: Mike Carey (Roteiro)
Editora: Salvat

      Tocha Humana é o oitavo volume da coleção Os Heróis Mais Poderosos da Marvel (também conhecido como edição da capa vermelha), da editora Salvat. Este volume contempla a história “O Tocha”, divididas em oito histórias. Nestas histórias, Centelha decide vingar seu passado contra o Pensador Louco e decide ataca-lo em uma plataforma de pesquisa oceânica. Mas quando chega lá, tem seus poderes suprimidos e é feito de refém. O Pensador então abre o corpo do Centelha e retira suas células, com as quais ele ressuscita o Tocha Humana. Com o Tocha Humana sob controle, o Pensador mata centenas de pessoas e causa grande destruição. Quando o Centelha e o Tocha Humana vão atrás do Pensador, eles descobrem que ele está em uma cidade subterrânea Nazista na América do Sul, onde seus habitantes acreditam que Hitler ganhou a Segunda Guerra Mundial e destruiu os Estados Unidos. Com uma pitada de crueldade e um ritmo alucinante, a edição do Tocha Humana chegou para desbancar o posto de Wolverine como a melhor edição de capa dura, o roteiro escrito com maestria e as fantásticas ilustrações completam esta incrível edição. Este volume reúne as edições The Torch 1-8.

Resenha escrita por Guilherme

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Mensalão (Men$alão) - Marco Antônio Villa

Livro - Mensalão (Men$alão) 


Título: Mensalão (Men$alão)
Número de Páginas: 392
Autor: Villa, Marco Antônio
Editora: LeYa Brasil

 O julgamento do mensalão atingiu duramente o Partido dos Trabalhadores. As revelações acabaram por enterrar definitivamente o figurino construído ao longo de décadas de um partido ético, republicano e defensor dos mais pobres. Agora é possível entender as razões que tinham levado sua liderança a tentar, por todos os meios, impedir a realização do julgamento. Não queriam a publicação das práticas criminosas e das reuniões clandestinas, algumas delas ocorridas no interior do próprio Palácio do Planalto.

      Como ocorreu o julgamento do maior escândalo de corrupção do Brasil? Quem eram os réus da ação penal 470, vulgo mensalão? Quem foram os ministros que julgaram o caso? Essas são apenas algumas das perguntas que o livro Mensalão do historiador Marco Antônio Villa tentam responder.

      Tudo se iniciou com a CPMI dos Correios, com uma matéria publicada na revista Veja. Em 2007 o Supremo Tribunal Federal recebeu a denúncia sobre um caso de corrupção envolvendo o PT e alguns outros partidos dando o início a ação penal 470, o mensalão. O livro relata o julgamento do maior caso da corrupção da história da política brasileiro, envolvendo a alta cúpula do PT (Partido dos Trabalhadores), as empresas SM&P, Grafitti e DNA, o Banco Rural, o Banco do Brasil e os partidos PT, PL, PP, PMDB e PTB. O Mensalão foi um escândalo de corrupção política através da compra de votos de parlamentares no Congresso Nacional.

      Foram julgados 37 réus, sendo 25 deles condenados ao longo do processo que durou quase 10 anos. Depois de tantas décadas de festas e regalias para o núcleo político brasileiro, finalmente foi feita alguma justiça. Dentre os condenados, os mais importantes foram a direção do partido dos trabalhadores: José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares. Inclusive o ex-presidente Luiz Inácio da Silva foi acusado neste esquema, mas por ser na época o presidente da república, o seu nome foi retirado da lista por pressão política.

      Mas todos nós sabemos que todos os partidos brasileiros estão envolvidos em corrupção em maior ou menor grupo, infelizmente aqui no Brasil só se faz política colocando uma graninha no bolso. Não adianta também culpar apenas um partido como o responsável por décadas de corrupção. Um ponto muito importante sublinhado no livro fica para o julgamento dos réus pelo ministro e atual presidente do STF Ricardo Lewandowski, inocentando grande parte dos petistas envolvidos no escândalo como outros réus. No final do livro é possível observarmos no “Condenômetro” que Lewandowski foi o ministro que mais absolveu os réus (70 absolvições contra 42 condenações) e o ex-presidente do STF Joaquim Barbosa foi o que mais condenou (16 absolvições contra 96 condenações). Como todos bem sabem sobre a ligação do Lewandowski com o Partido dos Trabalhadores, já estava mais do que claro quem iria assumir a presidência do STF no governo Dilma quando acabasse o mandato do Joaquim Barbosa.

      Mesmo com as condenações dos “peixes grandes” no Mensalão, nenhum partido brasileiro pareceu se intimidar, continuando a roubar quantias astronômicas do povo brasileiro e fazendo cara de inocente nas campanhas políticas. A justiça foi feita (parcialmente), mas ainda há um caminho muito mais longo e tortuoso até o Brasil se transformar em um país de políticos honestos e que realmente trabalhem para o povo (se é que um dia vamos chegarmos lá).

      Um livro recomendado para todos os brasileiros, ideal para se conhecer um pouco da história do Brasil na Nova República. Apesar de ser um livro tendencioso para o lado político do autor, ainda sim é uma excelente fonte de consulta para eleitores de quaisquer partidos. Excelente para esclarecer a política dos últimos anos e este caso de corrupção petista. Vale lembrar também que o ex-presidente FHC também foi responsável por inúmeros casos de corrupção em seu mandado envolvendo o seu partido (PSDB) e as bases aliadas.



Resenha escrita por Guilherme

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Diários do Vampiro: O Despertar - L.J Smith

LIVRO - DIÁRIOS DO VAMPIRO: O DESPERTAR


NOME DO LIVRO: Diários do Vampiro: O Despertar
PÁGINAS: 236
AUTORA: L.J Smith
EDITORA: Galera Records

Irmãos e inimigos mortais, Damon e Stefan Salvatores são assombrados por um passado tráfico. Vivendo nas sombras desde a Renascença Italiana, eles estão condenados a uma vida solitária: são vampiros. Séculos mais tarde o destino parece levá-los a percorrer o mesmo caminho que um dia os conduziu àquela vida amaldiçoada e eterna. Em Fell's Church na Virgína, Stefan conhece Elena Gilbert, uma adolescente bela e popular. No encalço de Stefan, Damon procura vingança e logo  Elena se verá dividida entre os dois irmãos, formando um triângulo de amor e perigo.

A saga vampiresca criada por L.J Smith não deve ser olhada de forma negativa por causa da nossa cultura atual, com livros que acabam por destruir a imagem de seres como os vampiros. A saga é muito bem escrita e é também muito bem iniciada aqui com o livro O Despertar, que traz o primeiro contato do triângulo amoroso entre Elena, Stefan e Damon, que é realmente muito interessante de ser analisado. Elena muito amável, Damon muito irônico e sombrio, já Stefan com a sua coragem e paixão por Elena.

Muitos dizem que é um livro bobo, e que peca em seu desenvolvimento, mas ele oferece um conteúdo divertido e cheio de mistérios.

Resenha de Bruno

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Capitão América (07) - Os Heróis Mais Poderosos da Marvel

LIVRO - Capitão América (07) - Os Heróis                 Mais Poderosos da Marvel

Título: Capitão América
Título Original: Captain America
Número de Páginas: 200
Autor: Roger Stern (Escritor)
Editora: Salvat

      Capitão América é o sétimo volume da coleção Os Heróis Mais Poderosos da Marvel (também conhecido como edição da capa vermelha), da editora Salvat. Este volume contempla a história “O ódio se chama sangue”, divididas em nove histórias sequenciais. As duas primeiras histórias contam a luta entre o Capitão América e Mecanus, a terceira história trata de quando o Capitão América foi cogitado para a presidência dos Estados Unidos da América, a quarta e quinta histórias mostram a batalha entre Mr. Hyde e Bartroc (que planejavam mandar a cidade de Nova York pelos ares) contra o Capitão América, na sétima e oitava histórias o Capitão América recebe um comunicado urgente de seu velho companheiro da Segunda Grande Guerra, Union Jack, para resolver um crime insolúvel. Chegando lá, ele trava uma luta com um velho inimigo seu que estava por detrás dos assassinatos (e que estava supostamente morto). E por fim, a ultima história mostra a primeira aparição do Capitão América no Universo Marvel, onde o jovem e miúdo Steve Rogers decide ingressar no exército para combater a ameaça nazista na segunda guerra mundial e acaba fazendo parte de um programa ultrassecreto que o transforma no Capitão América. Este volume reúne as edições Captain America 247-255.

      Capitão América foi lançado pela Marvel no ano de 1940, em plena Segunda Guerra Mundial. E devido ao período turbulento, o novo herói conquistou rapidamente os fãs da. O novo herói representava a supremacia e o sonho por “justiça” americano, derrotando os terríveis nazistas. Abalados pela guerra, os fiéis leitores americanos se agarram no novo herói, que acabou se transformando um dos maiores e mais conhecidos personagens da Marvel (com direito a dois filmes solos).

Resenha escrita por Guilherme

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Capitães da Areia - Jorge Amado

Livro - Capitães da Areia


Título: Capitães da Areia
Número de Páginas:
Autor: Jorge Amado
Editora: Companhia de Bolso
 Estranhas coisas entraram pelo trapiche. Não mais estranhas, porém, que aqueles meninos, moleques de todas as cores e de idades as mais variadas, desde os nove aos dezesseis anos, que à noite se estendiam pelo assoalho e por debaixo da ponte e dormiam, indiferentes ao vento que circundava o casarão uivando, indiferentes à chuva que muitas vezes os lavava, mas com os olhos puxados para as luzes dos navios, com os ouvidos presos às canções que vinham das embarcações...

      Capitães da Areia é um clássico da literatura brasileira escrito por Jorge Amado. O livros conta a história dos Capitães da Areia, meninos de rua que moram em um velho trapiche abandonado na Bahia. O romance foi publicado em 1937 e teve a primeira edição apreendida e queimada pelos militares, no período da ditatura militar, por conta de seu forte contexto social e crítica à sociedade. O livro pertence a segunda fase do Modernismo no Brasil (conhecida como Romance de 30), cuja narrativa parece fortemente vinculada ás transformações políticas, sociais e econômicas do período do Brasil (entre os anos de 1930 e 1945).

       A obra trata do problema dos menores abandonados em nossa sociedade: o descaso da autoridades, a criminalidade, a opressão e até a prostituição. No trapiche vivem diversos garotos: brancos, pardos, mulatos e negros; muitos deles órfãos.  Apesar de cada garoto ter uma personalidade marcante, possuem pensamentos muito parecidos sobre a sociedade opressora. Os personagens principais do livro são: Pedro Bala, Sem Perna, João Grande, Pirulito, Gato, Dora, Professor, Volta Seca e o padre José Pedro. Pedro Bala é o líder do bando, filho de um estivador assassinado durante uma manifestação. Professor é o único menino que sabe lê no bando, durante a noite conta as histórias de marinheiros para os outros meninos, encantando-os, e lê também reportagens do jornal que falam sobre o grupo (Capitães da Areia) e sobre Lampião. Volta Seca é afilhado de Lampião e sonha em se unir ao padrinho, entrando no cangaço e vingando a morte de sua mãe. Gato é um menino bonito que gosta de cuidar bem de sua aparência, o típico malandro que se apaixona por uma prostituta e do relacionamento colhe doces louros (tanto de prazer como de dinheiro). Sem Perna é um menino manco de uma das pernas, que se aproveita de sua situação para pedir abrigo por alguns dias em casa de senhores ricos e depois, facilitar a entrada dos demais capitães da areia para realizarem roubos, é um menino que carrega dentro de si todo o ódio pela humilhação e desprezo que o povo rico tanto causou nele. João Grande é um negro bom, sempre protegendo os novatos e membros mais mirradinhos, capaz de resolver muitas brigas entre os próprios meninos com calma e pulso firme. Pirulito era a criança mais violenta do grupo, até o padre José Pedro o converter, agora seu sonho é ser padre e catequizar outras crianças carentes como ele. O padre José Pedro é o único padre da cidade que se importa realmente com os Capitães da Areia, e faz de tudo para ajuda-los com comida, roupas e tentando convencer a sociedade a ajudar e adotar os pobres meninos.


       Capitães da Areia é uma denúncia à sociedade, escrita na linguagem dos meninos da rua. Crianças abandonadas que lutam para sobreviver em um mundo oprimido pelos ricos e pela igreja, onde apenas quem tem dinheiro consegue se dar bem. Sem perspectiva de vida, as crianças precisam se tornar adultos e se unirem para confrontarem tamanha injustiça e desigualdade. Um relato triste e chocante de uma realidade que está presente em nosso país desde os tempos de D. Pedro I. Vivemos em uma sociedade onde o rico fica cada vez mais rico em cima dos pobres que ficam cada vez mais pobre. Onde apenas o rico tem oportunidades, bem estar social e é visto como herói na sociedade. Em uma sociedade onde os pobres não tem vez, os capitães da areia nem por isso deixam de sorrir e de sonhar em ser criança em um mundo igualitário, onde pequenos acontecimentos da vida (como andar em um carrossel) se transformam em um sonho realizado, onde uma simples abraço e palavras carinhosas conseguem conquistar os meninos (mesmo que seja por pouco tempo, como a Dona Ester e o Sem Perna). Um livro comovente e impactante, mesmo tendo se passado quase 80 anos desde seu lançamento, infelizmente ainda retrata a história de milhões de crianças de nosso país. Uma leitura obrigatório para todos os cidadãos brasileiros e, principalmente, para os ricos (pois quem sabe algum deles se comovam com uma história tão realista e triste e resolvam ajudar). Um pequeno ato nosso para estes meninos pode não fazer muita diferença para nós, mas pode salvar uma vida e principalmente, salvar a inocência de uma pobre criança que teve seu destino amaldiçoado desde o berço. 


Resenha escrita por Guilherme

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Viúva Negra (06) - Os Heróis Mais Poderosos da Marvel

LIVRO - Viúva Negra (06) - Os Heróis Mais Poderosos da Marvel



Título: Viúva Negra
Título Original: Black Widow
Número de Páginas: 208
Autor: Stan Lee e Richard K. Morgan (roteiro)
Editora: Salvat

      Viúva Negra é o sexto volume da coleção Os Heróis Mais Poderosos da Marvel (também conhecido como edição da capa vermelha), da editora Salvat. Este volume contempla as histórias: “O Dínamo Escarlate ataca outra vez”, “Cuidado com... A Viúva Negra” e “Volta pra Casa”. “O Dínamo Escarlate ataca outra vez” mostra a primeira aparição da Viúva Negra no universo MARVEL, como espiã da União Soviética na Guerra Fria. Nesta história ela recebe a missão de acabar de acabar com Tony Stark (Homem de Ferro) e Vanko (Dínamo Escarlate), que se tornou traidor da pátria Soviética após ser derrotado em uma luta com o Homem de Ferro e começar a trabalhar para as Indústrias Starks. Em “Cuidado com... A Viúva Negra”, a Viúva Negra persegue o Homem Aranha para descobrir suas táticas de luta e aperfeiçoar as suas armas, ao mesmo tempo em que Peter Parker sente que os poderes de aranha o estão abandonando. E nas histórias de “Volta pra Casa”, um antigo membro da KBG tenta assassinar a Viúva Negra e ela se vê obrigada a investigar quem está tentando matá-la. Enquanto investiga uma série de assassinatos, ela descobre coisas terríveis sobre o seu passado obscuro e sobre as pessoas que a transformaram em Viúva Negra. Ela começa então a desvendar seu passado e a perseguir (e exterminar) os responsáveis pelo projeto.

      Os roteiros das histórias foram bem escritos e os arcos fechados ajudam a entender o passado e os atos da Viúva Negra. A edição conta com desenhos bem trabalhados, páginas pretas (um diferencial em relação aos demais volumes) e apresenta uma narrativa que prende o leitor do início ao fim. Este volume reúne as edições Tales of Suspense 52, The Amazing Spider-Man 86 & Black Widow 1-6.


Resenha escrita por Guilherme


quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Redações Perigosas - Telma Guimarães Castro Andrade

LIVRO - REDAÇÕES PERIGOSAS


NOME DO LIVRO: Redações Perigosas
PÁGINAS: 88
AUTOR: Telma Guimarães Castro Andrade
EDITORA: Atual

Rosemeire é uma professora  substituta que luta para sobreviver. Interessada em conhecer melhor seus novos alunos, pede-lhes que escrevam uma redação sobre as férias. Para sua surpresa, esse tema tão inocente gera con- fissões reveladoras de inúmeros problemas enfrentados pelos adolescentes. Entre as revelações, algumas bastante perigosas, envolvendo a jovem professora com o mundo do crime.

O mais interessante de pegar nas mãos um pequeno livro como esse, é por ser um livro para jovens leitores, aqueles leitores que estão iniciando a leitura e tem a chance de obterem uma história hilária, mas com um conteúdo sério. Um ótimo livro pra quem gosta de histórias rápidas e objetivas.

Resenha de Bruno